Fechamento de Outubro/2018 – R$ 159.398,64 (+6,07%)

Decidi fazer algumas alterações no fechamento.
Passei a desconsiderar o valor dos carros e também do dinheiro em espécie (valor que utilizamos para as despesas mensais + reserva de emergência).
Até mesmo porque aqui o objetivo é fazer um registro dos meus investimentos, portanto entendo não ser necessário acompanhar a reserva de emergência + depreciação dos carros da família.

Portanto, vou editar o primeiro post de fechamento e este já considerará a edição.

OUTUBRO/2018
Outubro foi um mês importante para o Brasil. Com um novo presidente eleito e mais governadores, temos agora um vislumbre de como será o cenário econômico no próximo ano.
Tenho uma empresa e presto serviço para um único cliente atualmente. Cliente este que considero a empresa onde trabalho.
Na empresa onde trabalho, os sócios estão muito animados com o novo presidente, e já anunciaram novos investimentos para o ano que vem. O que é bastante positivo pra mim, já que meus recebíveis estão diretamente ligados ao crescimento da empresa.

APORTE & COMPRAS DO MÊS = R$ 8.497,50
Comprei 75 ações da Petrobras (PETR3) após o anuncio do novo presidente. Minha análise foi a de que o mercado vai olhar a empresa com melhores olhos, e também alguns investimentos do pré-sal vão sair da gaveta. Portanto decidi abrir posição na PETR3 e vou aumentar essa posição de acordo com a evolução da gestão da empresa.
Também decidi pegar R$ 6.000 que estavam parados na poupança e amortizar no meu imóvel. Considerando que atualmente a rentabilidade da poupança é 4.55%a.a. e meu financiamento imobiliário é de 7.5a.a., fiz um ótimo negócio, apesar de perder liquidez.

COMPORTAMENTO DA CARTEIRA
Minha carteira de Renda Variável cresceu pouco após a aquisição da Petrobras, e foi puxada pra baixo com a forte queda do FII NOVO HORIZONTE, que caiu cerca de 12%. Sorte que ITAUSA (+17,8%) e SANTANENSE (+14,9%) seguraram o resultado da carteira, junto com o crescimento sólido dos fundos de investimentos, na casa dos 6%.

DESPESAS
Minha despesa superou as expectativas, pois ainda sigo fazendo pequenas melhorias no meu imóvel.
Não vejo a hora de finalizar o MBA para aumentar meus aportes mensais e encurtar meu prazo de Independência Financeira.

METAS 2018
– Fechar 2018 com patrimônio de R$ 170.000;
– Fechar 2018 com peso de 112 kg.
– Fechar 2018 com qualquer projeto que gere alguma renda extra.

SAÚDE
Peso 117,60 kg – Ganhei inacreditáveis 3kg.
Tirei férias de 1 semana e isso foi determinante para me tirar do foco da dieta e das caminhadas/corridas. Fiquei praticamente todo o mês parado, me alimentando mal e focando mais no trabalho do que na saúde. Preciso melhorar para o próximo mês.

CONSIDERAÇÕES FINAIS
Este mês vou desenhar minhas metas de curto prazo.
O fato de ter uma meta de longo prazo é bom, mas torna nosso sonho um pouco distante. Então acho melhor fazer pequenas metas ao longo do caminho para tentar encurtá-las. Aumentei os aportes na amortização da casa, o que foi uma grande vitória pra mim, e também minha posição em renda variável.
Acredito que minha estratégia para os próximos meses será focar nisso, reduzir meu prazo de financiamento (e pagar menos juros) e também tentar aumentar meu aporte para R$ 3.000 em ativos.

EMPRESAS NO PORTFÓLIO
AÇÕES
SANTANENSE [CTSA3]
TAESA [TAEE11]
ITAÚSA [ITSA4]
ENGIE [EGIE3]
PETROBRAS [PETR3]

FUNDOS IMOBILIÁRIOS
VINCI SHOPPING CENTERS [VISC11]
NOVO HORIZONTE [NVHO11]

FUNDOS DE AÇÕES
DAYCOVAL CLASSIC FIRF CP
DAYCOVAL MULTIFUNDS FIC FIM

EMPRÉSTIMO PEER TO PEER
OLINDA ENXOVAIS

Nota: Uso este blog para registro do meu patrimônio pessoal. Não faço recomendações de investimentos e nem tenho autorização para fazê-lo. Busque conhecimento, estude bastante e tire suas próprias conclusões sobre os investimentos do mercado. Não siga “conselhos”, faça seu próprio caminho.

7 comentários em “Fechamento de Outubro/2018 – R$ 159.398,64 (+6,07%)

Adicione o seu

  1. Neste final de ano vou entrar na renda variável, Acumulador! Acredito que já li uma boa quantidade de material e o aporte será por volta de uns 3.5k para começar.
    Minha ideia é comprar e “esquecer”; nada de day trade etc. Já acompanho algumas empresas a algum tempo atrás e creio que farei uma boa escolha. Enfim, vivendo e aprendendo! E nada de todos os ovos na mesma cesta, né?! 🙂

    Curtido por 1 pessoa

  2. Acumulador, é a primeira vez que faço uma visita ao seu blog. Não conheço sua história. Porém, somente com este post, eu diria que o seu erro é ter comprado casa própria financiada. Aluguel é uma solução muito mais inteligente, do ponto de vista financeiro. Por exemplo, se vc deve 200 mil ao banco, na verdade, você não tem dinheiro algum. Não adiantaria fechar o ano com 170, entende? Como disse, não li os anteriores, portanto, se não se aplicar à sua trajetória, esqueça o que escrevi.

    Curtido por 1 pessoa

    1. No momento falta pagar 140k do imóvel, que pretendo pagar em dois anos com minha renda. É claro que as coisas podem dar errado, e com certeza não estarei 100% preparado (tomei a decisão de comprar o imóvel antes de entender a importância de ter uma reserva de emergência, por ex). Mas vamos que vamos pra essa batalha. Obrigado pela visita.

      Curtir

  3. Vi, agora, num post anterior, vc falando do dilema diário. Ocorre que se der tudo errado na vida e vc não tiver dinheiro, nem para as prestações, nem para o aluguel, o banco tomará sua casa. Então, vc não terá esse cantinho para cair morto, se tudo der errado. Compreende? O imóvel não é seu , até vc terminar a última prestação. Por isso, chamo de suicidio financeiro a compra da casa própria, principalmente, financiada. Esse negócio de gostar de reformas e melhorias é incompatível com independência financeira. Pense nisso.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Olá Paulo, fico feliz com sua visita e comentários.
      Vamos por partes.
      Tomei a decisão de financiar a casa antes de descobrir a importância de buscar a independência financeira. Talvez tivesse realmente tomado outra decisão.
      Meu objetivo é pagar a casa com o mínimo de juros possível. Iniciei o financiamento há um ano, em parcelas por 20 anos. Com as amortizações que já fiz neste primeiro ano, faltam apenas 14 anos. Meu objetivo é quitá-lo em 2 anos. Ele está em uma região de grande valorização, os imóveis iguais ao meu, sem melhorias, já estão valendo mais do que paguei (até porque negociei bem). Então, no final do financiamento, tudo indica que terei pago por um imóvel que valerá 1.5x o custo original.
      Além disso, aprendi bastante com o Bastter, não sei se o conhece, mas ele explica o motivo dos imóveis serem um bom investimento para preservar patrimônio, contrariando os educadores financeiros tradicionais, dá uma olhada lá https://www.youtube.com/watch?v=M_JMCQykudw.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: